HISTÓRIA DE CLIENTES
sunsweet-making-a-difference-featured

Sendo um diferencial na vida dos nossos clientes

Influenciamos, de forma positiva, a vida de nossos clientes, muito além da simples emissão de relatórios dos resultados.

SAIBA COMO

Inbound Marketing

O que é Inbound Marketing e porque isso é importante?

| 13 Minutos Para Ler
Lady laughing and staring at her phone.
Resumo: Aprenda como criar uma estratégia de inbound marketing que vai ajudá-lo a atrair e converter clientes, construir relacionamentos e economizar dinheiro no seu negócio.

Se você trabalha com marketing digital, provavelmente já ouviu algumas vezes a expressão inbound marketing. Muitos profissionais de marketing reforçam a importância do inbound marketing em sua estratégia digital. Embora seja fácil de entender o básico, o inbound marketing pode ser um processo complicado, mas mesmo assim econômico e que permite converter mais clientes de forma orgânica (e economizar seu orçamento em publicidade).

O que é Inbound Marketing?

Inbound marketing é uma metodologia de marketing que reforça a importância de criação de conteúdo para atrair clientes e levá-lo ao longo do funil de vendas. Efetivamente, envolve a construção de relacionamentos com o cliente por meio de conteúdos relevantes postados nas mídias sociais, campanhas de e-mail ou propaganda de mídia no celular.

Muitos profissionais de marketing enfatizam a importância do inbound marketing, e é por um bom motivo. Aqui está o porquê:

Esses números confirmam que o inbound marketing é uma tática a um custo/benefício que pode aumentar os lucros e, ao mesmo tempo, garantir que seu orçamento em publicidade seja bem gasto.

Uma boa estratégia de inbound marketing oferecerá conteúdo de valor, como e-books, estudos de caso, webinars ou campanhas de e-mail marketing, todos alinhados com as necessidades e interesses do consumidor. Se você souber posicionar sua empresa como um recurso importante, você poderá contar com mais público-alvo interessado que retorna e faz mais compras recorrentes.

Como Funciona o Inbound Marketing

A metodologia de inbound marketing depende da geração de conteúdo para formar relacionamentos sólidos com clientes potenciais e consumidores. Cada etapa do funil de vendas exige muitos recursos. Quanto mais conteúdo de alta qualidade você disponibilizar, maior será a probabilidade de atrair visitas, alimentar leads e fechar negócios.

O Hubspot divide esse processo em quatro etapas: atrair clientes, converter clientes, fechar negócios e satisfazer clientes. Cada etapa contempla o planejamento de vários tipos de conteúdo distintos.

Porque usar inbound marketing como estratégia de marketing?

Existem três principais motivos porque inbound marketing funciona melhor do que outros métodos. Conheça agora algumas das suas principais vantagens, bem como estratégias que podem ajudá-lo no começo.

1. Inbound marketing é uma estratégia com bom custo benefício

Para começar, você só precisa de um site e de conteúdo.

Para pequenas empresas, os custos iniciais necessários para atrair seguidores para seus blogs e mídias sociais podem parecer altos. No entanto, você pode começar pequeno e aumentar conforme sua empresa for crescendo.

Você também pode modificar suas campanhas tomando por base os resultados de campanhas anteriores e assim obter um melhor retorno do seu investimento.

Em comparação, táticas tradicionais como propagando na TV, impressos, outdoors e cartazes são muito mais caros. Embora possam aumentar a conscientização, não são tão eficazes em atrair e reter clientes.

2. Clientes conhecedores de tecnologia preferem inbound marketing

Numa era de distanciamento social, as táticas de marketing tradicionais estão perdendo força, junto aos clientes.

A Search Engine Land relata que, desde o início da pandemia global, as táticas de inbound marketing, como mídia paga e mídias sociais, aumentaram em até 26%. Em contraste, televisão, mídia impressa e mala direta diminuíram em até 46%.

Fica evidente que o inbound marketing é o futuro.

À medida que mais pessoas optam por ficar em casa, elas dedicam mais tempo em plataformas digitais. Como consequência, elas também têm mais probabilidade de usar informações online para conhecer novas marcas e orientar suas decisões de compra.

3. Inbound marketing tem valor de longo prazo

Conteúdo de inbound marketing, como materiais educacionais, infográficos, estudos de caso ou ebooks, têm uma vida útil mais longa do que o conteúdo offline. Você pode também aumentar sua usabilidade atualizando e republicando seu conteúdo para mantê-lo relevante e atualizado.

Em comparação, as táticas de marketing tradicionais são mais rápidas e curtas. Um vendedor pode passar horas enviando e-mails e ligando para clientes em potencial em troca de um punhado de vendas. Mas não há garantia de vai criar confiança e relacionamentos fortes de longo prazo com essa metodologia; em vez disso, é mais um jogo de números.

4. Inbound marketing é autêntico

De acordo com o barômetro Edelman Trust, 81 por cento dos entrevistados levam em consideração a confiança na hora de avaliar suas decisões de compra. Infelizmente, eles também estão acostumados com anúncios que dão promessas que nunca são cumpridas. É por isso que estratégias de inbound marketing, que representam a publicação de conteúdo interessante e de valor, são mais autênticos a longo prazo.

Estratégias de Inbound Marketing

Agora que você entende como funciona o inbound marketing, é hora de colocar suas ideias em ação. Essa metodologia de marketing requer vários tipos de conteúdo para ser eficaz.

Vamos falar sobre as diversas estratégias de inbound marketing e algumas ações recomendadas para aumentar o engajamento.

1. Pesquise seu buyer persona

O primeiro passo, o mais importante em qualquer estratégia de inbound marketing, é criar uma buyer persona.

Uma buyer persona aponta o comportamento, as necessidades, o estilo de vida e a demografia do seu público-alvo. No processo, você pode criar conteúdo atraente que tem a ver com esse seu público-alvo.

Se você tiver dados relevantes sobre seus clientes existentes (ou leads), você deve analisar as métricas na web, como tráfego no celular, taxas de rejeição, tráfego de páginas específicas e taxas de conversão. Em seguida, vá além dos números e observa os perfis de usuários individuais, analisa os resultados de chamadas e a receita gerada.

Se não tiver esses dados, não tem problema. Você pode solicitar aos seus clientes que preencham pesquisas online ou respondam a algumas perguntas por telefone, para que você possa coletar mais informações importantes. Ferramentas como o Type Form e o Google Form podem ajudá-lo a criar e disponibilizar pesquisas para os seus clientes.

2. Faça uma segmentação do seu público-alvo

O próximo passo é segmentar o seu público-alvo, tomando por base tendências, padrões ou dados comportamentais.

Faça uma segmentação do seu público-alvo com base em suas informações demográficas, como idade, sexo e localização.

Algumas lojas de comércio eletrônico lançam campanhas de marketing por e-mail com base no estágio em que o cliente se encontra no funil de vendas. Por exemplo, suponha que você venda uma ferramenta de CRM e esteja vendendo para um grupo de três clientes:

  • Mandy (dona de uma pequena empresa): Mandy é uma empresária pela primeira vez, na casa dos vinte e poucos anos. Ela quer atrair clientes locais para sua loja física.
  • Lucas (lidera a área de marketing): Lucas é um executivo de marketing de 30 e poucos anos. Ele deseja automatizar as tarefas de marketing, otimizar as taxas de conversão e criar relatórios personalizados para sua equipe.
  • Kieran (CEO da empresa): Kieran é CEO de uma empresa que gerencia várias equipes e marcas. Ele está procurando uma ferramenta de CRM que possa agilizar as tarefas da sua equipe e oferecer recursos avançados para relatórios.

Cada segmento tem necessidades e características diferentes. Para conduzi-los por meio do funil de vendas, crie recursos que enquadrem seu produto como a solução para os problemas de cada um deles.

3. Crie campanhas de email que sejam úteis

Aumentar sua lista de e-mail é fundamental para uma campanha de inbound marketing ser bem-sucedida.

Oberlo relata que para cada US $ 1 dispendido em uma campanha de email marketing, você pode esperar um ganho médio valendo US $ 42. Além disso, 81% das pequenas e médias empresas dependem do e-mail marketing como sua principal ferramenta para gerar novos clientes e 80% dependem dele para retenção de clientes.

Antes que esses números o façam bombardear seus contatos com e-mails, certifique-se primeiro que os emails são importantes para os assinantes. Quando se trata de e-mails, qualidade supera quantidade.

Uma boa dica é segmentar o público-alvo com base em suas necessidades. Novos clientes podem precisar passar por uma campanha de e-mail de integração onde eles aprendem os prós e contras de fazer negócios com sua empresa. Enquanto isso, os clientes atuais podem precisar de e-mails para reengajamento, boletins informativos e atualizações que o façam querer retornar à sua loja online para fazer compras regularmente.

Por exemplo, The Muse, um site de busca de emprego e aconselhamento de carreira, envia boletins informativos com as principais empresas que estão contratando e links para vagas em aberto. Esta é uma informação valiosa para seus assinantes que procuram um novo emprego.

4. Crie campanhas de mídias sociais para o seu público alvo

Existem 3,5 bilhões de usuários de mídias sociais em todo o mundo.

Cada vez mais pessoas vão usar as mídias sociais para conhecer marcas e seguir empresas que estão alinhadas com seus valores e interesses. Isso faz das mídias sociais um canal ideal para atrair novos clientes e manter a sua relevância entre seus clientes atuais e seu público-alvo.

Também já está comprovado qual é o estilo de conteúdo, nas mídias sociais, preferido pelos clientes: 91% dos clientes preferem marcas que são autênticas nas mídias sociais. Além de fotos impressionantes de produtos, os clientes querem ver vídeos e conhecer os bastidores para captar os verdadeiros valores e o propósito da marca.

5. Lançar conteúdo para MDFU/ FDFU

Além de atrair novos clientes, o marketing pelas mídias sociais é ideal para oportunidades que estão no MDFU (meio do funil) e no FDFU (fundo do funil).

Dito isso, você vai querer criar postagens com links para estudos de caso, landing pages, white papers e conteúdos de blog. Embora uma foto bonita pode atrair novos clientes, os compradores estão mesmo interessados em aprender sobre as especificações e recursos oferecidos para que possam tomar uma decisão de compra bem fundamentada.

Por exemplo, a PlayStation postou fotos de alta qualidade de seu próximo PS5 em sua página do Facebook. Mas também colocou um link para uma landing page com informações técnicas para jogadores que desejam atualizar seu console.

6. Otimize para o mobile

Existem 5,22 bilhões de usuários mobile em todo o mundo.

De acordo com a pesquisa de banda larga, 55,9% do tráfego é de usuários de desktop, enquanto 40,1% é de usuários mobile. O Google também está eliminando sites de pesquisa SERPs em mobile se eles não forem compatíveis com dispositivos móveis.

Isso significa que é crucial otimizar seu site e seu conteúdo mobile (ou corre o risco de perder negócios online).

Um site compatível com dispositivos mobile significa encontrar um modelo responsivo, incorporar CTAs maiores e clicáveis, usar fontes maiores e otimizar imagens.

É altamente recomendável usar o Google Pagespeed Insights para identificar o tempo de carregamento da página. Mesmo que seu site esteja otimizado para mobile, os clientes esperam que as páginas carreguem em 2 segundos ou menos, ou eles voltarão para o feed do Facebook e ignorarão a sua marca.

7. Crie “Posts Poderosos”

O Buzzsumo analisou 1 bilhão de artigos e descobriu que 1,3% dos artigos principais geraram 50% dos compartilhamentos nas mídias sociais.

O fundador da Backlinko, Brian Dean, chamou esses artigos principais de "Posts Poderosos".

Eles são guias de alta qualidade ou de conteúdo relevante que acabam aparecendo no topo dos resultados de pesquisa do Google.

Por exemplo, um blog relevante de Brian Dean denominado, “Como escrever uma postagem no blog: o guia definitivo” – obteve, ao todo, 10.555 visitas em uma semana e 5369 compartilhamentos nas mídias sociais!

Em vez de quantidade, a estratégia de Brian Dean é de dedicar tempo para criar um post. Ele dedicou, para uma única publicação, 50 horas de trabalho escrevendo, desenhando, editando capturas de tela e codificando a página.

Ao criar o melhor blog possível, Brian Dean ganha muito engajamento com cada post que publica. Embora não publique novos conteúdos com frequência, fica evidente que devagar e sempre pode vencer a corrida no inbound marketing.

8. Ofereça webinar ou cursos online

Muitos eventos e conferências presenciais foram cancelados devido à pandemia. Mas ainda há esperança.

Nos últimos meses, as empresas optaram por webinars gratuitos que fornecem orientação valiosa para os espectadores. A vantagem é que o público pode baixar o conteúdo, reproduzir partes do conteúdo e fazer perguntas em tempo real.

A melhor parte? É mais barato oferecer um webinar online do que criar um evento presencial. Tudo que você precisa é de um microfone e uma câmera - então você está pronto para o seu evento. Se você ainda não se considerar apto para apresentar ao vivo, você pode oferecer um webinar gravado, evitando, assim, erros e, posteriormente, editar o vídeo.

Por exemplo, Hubspot, frequentemente, oferece webinars gratuitos para publicidade, analítics e marketing. Cada curso é ministrado por especialistas online, que garantem que seus assinantes estão aprendendo informações relevantes. Ao mesmo tempo, essas sessões online ajudam a impulsionar a marca como uma autoridade no seu ramo de negócios.

Conclusão

O inbound marketing é o futuro em um mundo que entende de tecnologia. O lançamento de uma estratégia de inbound marketing é um investimento valioso que pode ajudar sua empresa a atrair clientes, construir confiança e fomentar a lealdade a longo prazo. À medida que você planeja seus lançamentos, focar em uma metodologia de inbound marketing é uma escolha inteligente que terá um impacto positivo com seus clientes e no seu negócio como um todo.

Se você quiser saber mais sobre como elaborar uma estratégia de inbound marketing ou quiser entrar em contato com um especialista que pode ajudá-lo a melhorar sua landing page e estratégia de SEO, adoraríamos conversar com você agora mesmo!

As melhores idéias e conselhos de marketing digital

O Blog de Marketing Digital da WSI é o seu local ideal para obter dicas, truques e práticas recomendadas em todos os aspectos relacionados ao marketing digital. Confira nossos posts mais recentes.